LP – Museo Rosenbach – Zarathrusta – Capa Dupla

R$ 295,00

  • Ano: 1973
  • Formato: LP Capa Dupla Lacrado
  • Quantidade de Músicas: 8
  • Gênero: Rock
  • Gravadora: Music For Special Experiences – MFSE LP I-0021
  • Origem: Italia

Zarathustra é um dos mais significativos feitos em termos de rock progressivo produzido na Itália. Zarathustra é um álbum conceitual filosófico baseado na famosa figura de Friedrich Nietzsche. Todos os seus temas são arranjados musicalmente: a denúncia das mentiras milenares da sociedade humana e o ideal de um Super-Homem, alguém que pode ir além de todos os mitos atuais, fundando novos valores verdadeiros e descobertos.

O disco começa já com a faixa título, “Zarathustra”, com os seus cerca de vinte minutos, inicia o disco com tudo aquilo de melhor o disco terá a oferecer, tais como fortes influências clássicas e teclados poderosos em evidência, como na melhor tradição progressiva italiana. É um daqueles discos que fazem jus a sua reputação como mais um álbum que abre as portas da musicalidade convencional. Muita coisa acontece durante os seus quase quarenta minutos, e vale o tempo de qualquer um que queira se aventurar em uma música muito bem construída e detalhada. Um dos melhores, mais criativos e originais discos que saíram da Itália durante a sua era de ouro do rock progressivo.

  • Degli Uomini tem o seu controle inicial assumido pelo mellotron. Mais da sua primeira metade é instrumental. Possui uma textura suave de órgão e violão pesado com explosões de bateria.
  • Della Natura logo de início mostra que estamos diante de uma peça mais rápida através de bateria, baixo e órgãos frenéticos. Os vocais surgem de forma bastante gentil após a música amenizar, inclusive esses vocais faz lembrar os momentos mais românticos, digamos assim, da Le Orme.
  • Dell’Eterno Ritorno é a última música do disco. Uma faixa de guitarra mais pesada, com algumas figuras caóticas nos teclados, baixo e bateria. Considero uma maneira maravilhosa de encerrar esse disco clássico.